O Colégio Master, comprometido com a qualidade de vida das pessoas e com o futuro do nosso planeta, apresenta o Master Ambiental. Um projeto com foco na coleta para reciclagem de óleo de cozinha, garrafas PET, pilhas e baterias usadas.

Todo material reciclável coletado pelo projeto Master Ambiental será convertido em litros de leite, que serão doados para instituições de Cuiabá.

Óleo de cozinha

Muitas pessoas jogam o óleo utilizado na cozinha direto na natureza, desconhecendo os danos desta ação. O óleo prejudica a água, o solo, a biodiversidade e causa muitos outros impactos. Dados da SABESP indicam que 1 litro de óleo contamina cerca de 20.000 litros de água.

O óleo despejado na pia contamina diretamente os rios e lagos. Em contato com o solo impermeabiliza-o ocasionando enchentes. Em contato com a água, o óleo forma uma película dificultando a penetração da luz solar diminuindo a quantidade de oxigênio disponível na água, ocasionando a morte de peixes desequilibrando a cadeia alimentar. Também quando o óleo frio solidifica pode obstruir a rede de esgoto.

As possibilidades para a reciclagem do óleo de cozinha são muitas: produção de sabão, detergente, glicerina, biodiesel, resina para tintas, ração para animal dentre outras.

O óleo de cozinha coletado pelo projeto Master Ambiental será direcionado para as empresas de reciclagem Biomavi e Biovida por intermédio da Recicle.

Garrafas PET

A reciclagem de garrafas PET gera benefícios, pois a matéria-prima reciclada substitui material virgem em muitos produtos nos mais diversos segmentos, como construção civil, tintas, produção de automóveis e caminhões ou telefones celulares. Não bastasse o reaproveitamento de centenas de milhares de toneladas de embalagens que seriam indevidamente destinadas, a reciclagem de PET economiza recursos naturais, muita água e energia.

As garrafas PET coletadas pelo projeto Master Ambiental serão direcionadas para a empresa Bioterra, também pela Recicle.

Pilhas e baterias usadas

As pilhas e baterias usadas são lixo tóxico e podem oferecer grande risco ao meio ambiente se não forem descartadas corretamente. As pilhas são compostas de metais pesados e tóxicos, como o mercúrio, chumbo e o cádmio, que quando jogados incorretamente em lixões e aterros comuns podem contaminar o solo e os lençóis freáticos. Se estes metais forem parar na água e entrarem na cadeia alimentar, podem causar sérios problemas à saúde, como câncer e danos ao sistema nervoso central.

As pilhas e baterias coletadas pelo projeto Master Ambiental serão destinadas a outros pontos de coleta, para que sejam devolvidas à indústria.

Mais informações clique aqui.

 

Redes Sociais